Quando estamos perto de concluir o ensino médio começamos a especular qual a profissão que vamos escolher para a nossa vida. E nesse processo de escolha levamos em consideração uma série de aspectos como a remuneração, a possibilidade de crescimento profissional, o mercado de trabalho e as tendências para o futuro.

Porém, dentre as mais cotadas entre os jovens não se encontra a carreira de corretor de seguros. Apesar de ser uma ótima profissão e que vem obtendo um crescimento constante ao longo dos anos.

Geralmente os novos corretores são formados por filhos de corretores, profissionais que estão fardos do modelo de trabalho convencional e autônomos que percebem na venda de seguros uma grande oportunidade de obter crescimento financeiro.

Se você está com dúvidas a respeito  de fazer ou não fazer o curso para corretor de seguros, nós vamos lhe dar cinco boas razões para que você comece o quanto antes.

1. O CURSO PARA CORRETOR DE SEGUROS TE PERMITE ATUAR EM VÁRIAS ÁREAS

O grande receio de muitos profissionais é entrar em um carreira onde o mercado já está saturado ou que não possui muitas frentes de atuação.

Mas esse problema não existe para quem está pensando em ser corretor de seguros. Porque você poderá oferecer seguros de automóveis, seguros de vida, habitacionais, de transportes, patrimoniais, de riscos financeiros e muito outros.

Ao todo são mais de 95 tipos de seguros que você pode oferecer. E disso surgem duas principais vantagens:

a) você pode se especializar em uma área de seguros pouco explorada e se tornar uma autoridade no assunto em sua cidade ou região.

b) você poderá oferecer vários pacotes de seguros para os seus clientes. Deste modo, suas chances de diversificar suas fontes de receitas são maiores.

Se você estava preocupado com as áreas de atuação, esse não será mais um problema.

2. EXISTEM MUITAS MANEIRAS DE SE DAR BEM COMO CORRETOR DE SEGUROS

Depois que você se habilita como corretor, você não precisa obrigatoriamente trabalhar em uma empresa como na maioria das profissões.

Como corretor de seguros você pode sim trabalhar em uma empresa convencional com carteira assinada, mas também pode ser um profissional autônomo, trabalhar em parceria com algum amigo ou sócio, ser consultor ou montar sua própria corretora de seguros.

Se você está começando, o caminho mais seguro é trabalhar em uma corretora ou seguradora. Deste modo, você poderá pegar bastante experiência e evitar os erros mais comuns no início de qualquer atividade profissional.

Mas, se você já está cansado do modelo tradicional de trabalho e que ser dono do seu próprio horário de trabalho e conduzir suas próprias vendas, então ser um autônomo ou consultor pode ser uma excelente maneira de começar.

Agora, se você tem um perfil empreendedor e deseja investir nesse mercado que está em constante crescimento e expansão, montar uma corretora de seguros é uma possibilidade bem acessível (trataremos sobre isso em um próximo tópico).

3. VOCÊ NÃO PRECISA TER NÍVEL SUPERIOR

Para ser corretor você precisa ter apenas o nível médio completo, já ter atingido a maioridade e fazer o curso de habilitação que é ministrado pela Escola Nacional de Seguros. Esse curso possui duração aproximada de nove meses.

Na maioria das carreiras você precisa ter um diploma de nível superior que exige 4, 5 ou 6 anos de graduação para poder atuar como profissional.

Já para ser corretor de seguros o curso de nove meses te proporciona a capacitação necessária para entrar nessa carreira e ser um profissional devidamente credenciado para trabalhar.

Não tem desculpas para não ser corretor. Se você tem vontade de fazer seu sonho acontecer, comece a fazer seu planejamento hoje mesmo.

4. É POSSÍVEL MONTAR UM NEGÓCIO COM POUCO INVESTIMENTO

Se você está pensando em se tornar um corretor para montar sua própria corretora de seguros, saiba que essa é uma das melhores maneiras de ascender profissionalmente.

E o melhor de tudo é que não requer muito investimento. Você pode alugar uma pequena sala comercial ou trabalhar em home office.

O mais importante é fazer sua marca e sua proposta chegar até o seu potencial cliente e isso pode ser feito utilizando um computador e as ferramentas certas.

Você pode utilizar um blog para gerar conteúdo de valor, criar uma página no Facebook para divulgar seu trabalho, criar um funil de e-mail para criar estratégias de comunicação, usar um CRM online para administrar seus clientes e ter um site institucional para representar seu negócio na web.

Não custa muito e você mesmo pode gerenciar todas essas atividades.

Para começar, só basta fazer o curso para corretor de seguros!

5. É UMA CARREIRA QUE PODE PROPORCIONAR MAIS TEMPO E DINHEIRO

No dias atuais virou quase que uma regra ou a pessoa tem muito dinheiro, mas não tem tempo, ou tem muito tempo disponível, mas está desempregada ou ganha pouco.

Mas se você decidir ser corretor de seguros, poderá administrar sua rotina para trabalhar com flexibilidade. Principalmente se você pretende ser um corretor consultor, autônomo ou empresário.

Não existe teto para o quanto você pode ganhar como corretor. Seu salário e os seus rendimentos são proporcionais a sua capacidade de fechar novas apólices.

Se você tiver um sócio ou uma equipe de corretores, planejar suas férias e estruturar uma rotina flexível de trabalho também não será um problema.

Espero que essas cinco razões tenham sido suficientes para te convencer a fazer o curso para corretor de seguros. Se tiver alguma dúvida, é só deixar nos comentários.